Um presente que está dentro de você

felicidade

Hoje é feriado e muita gente esperou ansiosamente esse dia da semana para poder descansar, passar o dia com a família e se sentir “livre” do peso do trabalho. Muitas pessoas aguardam os feriados e finais de semana para “ser feliz”, afinal são esses os momentos em que podem fazer o que querem e se sentem felizes.

Mas será mesmo que a felicidade depende de circunstâncias e só aparece com data marcada?

O autor Robert Holden diz que a felicidade é um presente e a embalagem é o nosso próprio coração, e não o mundo externo. E esse presente nunca vai ser enviado por Sedex para algum endereço ou vai ser extraviado no caminho, pois ele já está entregue, dentro de você, e está esperando ser aberto.

A felicidade não é uma questão de sorte e nem depende das situações ao seu redor. Felicidade é uma decisão que se toma. Você decide como vai reagir às situações. Você escolhe com quais cores vai colorir a sua vida.

Se você encara a felicidade como sorte, você abre mão da sua responsabilidade de conduzir sua vida, esperando a sorte atuar. Muita gente está deixando para ser feliz quando ganhar na loteria ou encontrar um “príncipe encantado”.

E se você acredita que para ser feliz você depende de acontecimentos específicos e fatos que estão fora de seu alcance, você também abre mão de viver a satisfação e a alegria no seu dia a dia, esperando sempre que o “momento perfeito” aconteça e, assim, você seja feliz. Sua felicidade estará sempre no futuro, como algo a ser perseguido.

Mas o que acontece nos dias que você recebe uma má notícia? Ou bate o carro? Ou tem um péssimo dia no trabalho? Ou seu filho fica doente? A felicidade simplesmente desaparece?

A linda descoberta é que a felicidade não pode ser destruída com a dor ou com o sofrimento. Ela não é algo que aparece e desaparece o tempo todo. A felicidade é constante e está sempre à sua disposição. Ela está dentro de você e você pode acessá-la com um único pensamento.

E para te ajudar a encontrar esse presente que está dentro de você, te sugiro um exercício que eu faço quando vejo que estou colocando a minha expectativa de felicidade no futuro ou em algo específico:

Pare agora e durante 60 segundos – isso mesmo, 1 minuto – seja simplesmente feliz. Você pode respirar com calma; fazer uma massagem em algum ponto que esteja tenso; sentir o calor do sol na sua pele; ver seus filhos brincando; sentir o perfume de uma flor; fazer uma oração de agradecimento. Qualquer coisa que te faça perceber a felicidade naquele instante e que você veja, no agora, que pode escolher abrir esse presente.

Você pode começar com 1 minuto e, com o tempo, ampliar sua percepção . A felicidade não está nas coisas. A felicidade está em você.